15 de dezembro de 2017

L, o musical

Foto: Patrícia Lino

"L, o musical", de Sérgio Maggio, celebra o amor lésbico com uma trilha sonora de canções femininas que marcaram a MPB, interpretadas pelas atrizes Elisa Lucinda, Ellen Oléria, Renata Celidonio, Gabriela Correa, Tainá Baldez e Luiza Guimarães e outras quatro instrumentistas. O espetáculo do Criaturas Alaranjadas Núcleo de Criação Continuada estreia no Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo, na quinta-feira, dia 6 de janeiro de 2018.  Na história, Ester Rios (Elisa Lucinda) é uma renomada autora de novelas e está esfuziante com o sucesso do primeiro folhetim a ter um triângulo amoroso formado por mulheres. Ela divide esse cotidiano profissional e afetivo com amigas, sempre se lembrando daquela que foi seu grande amor, Rute (Ellen Oléria). Revelações e a chegada de notícias inesperadas mudam o destino daquelas mulheres. O Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo fica na Rua Álvares Penteado, 112 - Centro. A temporada inicia em 6 de janeiro e finda em 26 de fevereiro de 2018, todas às sextas, aos sábados e às segundas-feiras, às 20h, e aos domingos, às 19h.

14 de dezembro de 2017

O Grande Mentecapto


A película brasileira "O Grande Mentecapto" (1989) é um belo trabalho do cinema, principalmente se considerarmos a época ao qual foi produzida. Com excelentes atuações de Diogo Vilela, Osmar Prado, Regina Casé, Deborah Bloch e Luiz Fernando Guimarães, a produção é grandiosa. Tem bons figurinos e locações. O tema tem vários recortes, como toda loucura o é. No roteiro, há inocência em seus diálogos tão profundos que, por vezes, nos leva ao riso. Marcante trilha sonora. Na narrativa, Geraldo Viramundo (Diogo Vilela) é um cara simpático com ideias absurdas. Genial e/ou insano, ele decide abandonar sua pequena cidade em Minas Gerais e ganhar o mundo. Seu objetivo é desestabilizar o sistema e seus cúmplices são as prostitutas e os desvalidos. O filme trata-se da adaptação do romance homônimo, escrito por Fernando Sabino. Confira uma cena do filme!

13 de dezembro de 2017

3096 Dias


O drama biográfico alemão "3096 Tage" ou "3096 Dias" (2013) revolta e ao mesmo tempo emociona a audiência. Trata-se de uma história de persistência com muito drama e verdade. A direção é boa e a direção de arte é assertiva. Também não podemos deixar de destacar as excelentes e convincentes atuações de Antonia Campbell-Hughes, Thure Lindhardt e Amelia Pidgeon. A narrativa é baseada na história real de Natascha Kampusch, que foi raptada e mantida em cativeiro entre os anos de 1998 e 2006. Capturada em uma rua de Viena aos dez anos, o longa-metragem relata sua vida ainda em liberdade, passando pelo período de isolamento completo do mundo exterior, onde sofreu abusos físicos e psicológicos, até o momento de sua fuga e readaptação a vida em sociedade. Confira o trailer!

12 de dezembro de 2017

Mártir

Foto: Edson Kumasaka

O espetáculo "Mártir" ​está em cartaz na Oficina Cultural Oswald de Andrade até 16 de dezembro. Na narrativa, Benjamim não quer mais frequentar as aulas de natação na escola. Sua mãe acha que ele está usando drogas ou tem conflitos com seu corpo. Mas, na verdade, o jovem encontrou Deus, e as aulas mistas ofendem os seus princípios religiosos. Fundamentalismo e intolerância são os principais temas desta provocadora peça, que também questiona: até onde somos capazes de chegar para aceitar a fé do outro? Quando devemos impor as nossa próprias crenças? O fundamentalismo religioso, os discursos de ódio e a violência provocada pela intolerância, pautas cada vez mais atuais no Brasil, são os temas da peça, escrita por Marius Von Mayenburg, um dos principais nomes do teatro alemão contemporâneo. A Oficina Cultural Oswald de Andrade fica na Rua Três Rios, 363 - Bom Retiro e a temporada acontece às quintas e sextas-feiras, às 20h, e aos sábados, às 18h. Os ingressos são gratuitos, com distribuição de convites uma hora antes de cada sessão. 

11 de dezembro de 2017

Rita Lee - Uma Autobiografia


O humor pra lá de genial permeia a obra "Rita Lee - Uma Autobiografia", de Rita Lee. A dualidade que vivemos é exposta sem nenhum tipo de preconceito, uma verdade que aproxima a artista de seus leitores e fãs. O ritmo das entrelinhas é frenético, um perfeito rock and roll. A poesia é dedilhada com clareza e, aos mais desavisados, participo que rir das historietas é condição sine qua non de uma leitura humana e ao mesmo tempo irreverente. Rita Lee é um personagem incomum, apaixonante e singular. Na narrativa, a infância e os primeiros passos na vida artística; sua prisão em 1976; o encontro de almas com Roberto de Carvalho; o nascimento dos filhos, das músicas e dos discos clássicos; os tropeços e as glórias. A essência da artista, certamente, está nessas páginas. Vale muito à pena a leitura!

8 de dezembro de 2017

Coral La Cappella Divina


De 13 a 16 de dezembro, o Centro Cultural Banco do Brasil apresenta o que interpretará canções natalinas. Serão duas apresentações diárias, uma às 12h30 e outra às 18h, tudo com entrada franca. No repertório o coral cantará desde canções de Natal tradicionais em português e outros idiomas, bem como obras de grandes compositores, Haendel, Bach, Fauré, Mozart e Vivaldi. A regência é do maestro Sergio Assumpção. O coro é formado por 20 cantores apresentará a cappella ou com acompanhamento de um piano eletrônico. O Coral La Cappella Divina é formado por 6 sopranos, 6 contraltos, 4 tenores, 4 baixos e um tecladista acompanhador. O Centro Cultural Banco do Brasil – São Paulo fica na Rua Álvares Penteado, 112 - Centro.

7 de dezembro de 2017

Doctor Strange


Com uma excelente ideia original e construção de personagens, a película americana "Doctor Strange" ou "Doutor Estranho" (2016) tem ação de sobra. O tema é bem delineado. A história é boa e tem bons argumentos. Os efeitos especiais dão um toque primoroso na trama. Na narrativa, Stephen Strange (Benedict Cumberbatch) leva uma vida bem sucedida como neurocirurgião. Sua vida muda completamente quando sofre um acidente de carro e fica com as mãos debilitadas. Devido a falhas da medicina tradicional, ele parte para um lugar inesperado em busca de cura e esperança, um misterioso enclave chamado Kamar-Taj, localizado em Katmandu. Lá descobre que o local não é apenas um centro medicinal, mas também a linha de frente contra forças malignas místicas que desejam destruir nossa realidade. Ele passa a treinar e adquire poderes mágicos, mas precisa decidir se vai voltar para sua vida comum ou defender o mundo.  Algumas curiosidades: o ator Benedict Cumberbatch revelou que o que mais o atraiu no personagem e no roteiro do longa foi o caráter espiritual da história. Ele fez um programa de voluntariado em um Centro Budista na Índia, onde lecionou inglês. Segundo o ator, ele credita a esse trabalho boa parte de sua preparação para o papel. Uma querela: a escalação de Tilda Switon gerou muita polêmica, devido a acusações de white washing, já que o personagem, no material original, seria um homem tibetano. Assista ao trailer!