31 de março de 2014

Sherlock Holmes

A película Sherlock Holmes (2009) conta com uma excelente produção. Um tom sombrio que já define o genero misterioso da obra. No roteiro, os detalhes de cada plot da trama fazem a diferença no composto de toda a história. Um bom roteiro com bons diálogos. Na trama, final do século XIX. Sherlock Holmes (Robert Downey Jr.) é um detetive conhecido por usar a lógica dedutiva e o método científico para decifrar os casos nos quais trabalha. O dr. John Watson (Jude Law) é seu fiel parceiro, que sempre o acompanhou em suas aventuras. Porém esta situação está prestes a mudar, já que Watson pretende se casar com Mary Morstan (Kelly Reilly). Isto não agrada Holmes, que não deseja o afastamento do colega. O último caso da dupla envolve Lorde Blackwood (Mark Strong), por eles presos ao realizar um ritual macabro que previa o assassinato de uma jovem. Blackwood já havia matado quatro mulheres e tem fama junto a população de ser um poderoso feiticeiro. Ele é preso e depois condenado à forca, mas misteriosamente é visto deixando o túmulo onde seu caixão foi deixado. Holmes e Watson são chamados para solucionar o caso e logo ele se torna um grande desafio para o detetive, que não acredita em qualquer tipo de magia. Em meio às investigações há o retorno de Irene Adler (Rachel McAdams), uma ladra experiente por quem Holmes tem uma queda. Como curiosidade, o set de filmagens da casa do personagem de Holmes foi usada anteriormente como a casa de Sirius Black em Harry Potter e a Ordem da Fênix (2007). No Globo de Outo de 2010, Robert Downey Jr. ganhou a estatueta de Melhor Ator Comédia/Musical pela atuação no filme.

28 de março de 2014

Alone

Alone conta a história do último homem no planeta após o apocalipse. É bem dirigido e tem dilemas explícitos e bem contados.

 

27 de março de 2014

Até que a Sorte nos Separe

A comédia brasileira Até que a Sorte nos Separe (2012) tem uma boa construção dos personagens apesar de a história ser bastante previsível. Na trama, Tino (Leandro Hassum) é um pai de família comum que vê sua vida virar de ponta a cabeça após ganhar na loteria. Levando uma vida de ostentação ao lado da mulher, Jane (Danielle Winits), ele gasta todo o dinheiro em 15 anos. Ao se ver quebrado, Tino aceita a ajuda do vizinho Amauri (Kiko Mascarenhas), um consultor de finanças super burocrático e que por sinal vive seu próprio drama ao enfrentar uma crise no casamento com Laura (Rita Elmôr). Tentando evitar que Jane descubra a nova situação financeira, afinal ela está grávida do terceiro filho não pode passar por fortes emoções, Tino se envolve em várias confusões para fingir que tudo continua bem. Para isso, conta com ajuda do melhor amigo, Adelson (Aílton Graça), e dos filhos.

26 de março de 2014

Cold

O média-metragem Cold é bem dirigido. Na trama, dizem que as pessoas em Toronto só não sorriem um para o outro. No entanto, em uma cidade famosa por ser fria com estranhos, várias vidas se cruzam, uma noite, alheio à solidão que liga todos eles. Cold é vencedor do prêmio Ryerson University's 2013 President's Award of Excellence.

25 de março de 2014

Ron Mueck


O artista plástico australiano Ron Mueck não justifica suas escolhas pela arte, apenas acha que suas obras devem ser sentidas. Aliás, obras hiper-realistas com detalhes precisos, rostos expressivos com rugas e olheiras que sinalizam claramente os sinais de cansaço em grandes dimensões. Ele usa fibra de vidro e silicone para reproduzir a pele humana. Detalhes impecáveis assim como a realidade gigante que vemos. Após passar por Paris e Buenos Aires, sua exposição aportou no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Imperdível experiência!

21 de março de 2014

Subsolo

Com uma excelente ideia original, o curta-metragem Subsolo (2008) tem o roteiro bem estruturado com certa dosagem de ironia e bons diálogos. Um desfecho bem delineado. Na história, Mônica planeja em detalhes a despedida desta vida, mas é pega por um imprevisto: a falta luz no seu prédio e uma menina fica presa no elevador. Tentando salvar a garota, ela também acaba presa. A película ganhou prêmios de Melhor Diretor no Festival de Gramado 2008, Melhor Curta-Metragem no 10º Concurso IECINE e Melhor Filme no Festival de Cinema Brasileiro de Toronto. Divirta-se!

20 de março de 2014

Epilogue

Na animação Epilogue encontramos uma história bem resolvida em sua simplicidade. Na trama, Margaret chega num misterioso museu em que exibe quadros e esculturas de figuras humanas. Até que ela se depara com o seu próprio semblante.

19 de março de 2014

Quo Vadis

A película Quo Vadis (1951) parece um típico filme de sessão da tarde dos anos 80: grande produção, diálogos e atuações teatrais, e , trilha sonora pra lá de dramática. Talvez entediante para os dias de hoje, mas histórico pro cinema mundial. Na trama, após três anos em campanha, o general Marcus Vinicius (Robert Taylor) retorna à Roma e encontra Lygia (Deborah Kerr), por quem se apaixona. Ela é uma cristã e não quer nenhum envolvimento com um guerreiro, mas apesar de ter sido criada como romana Lygia é a filha adotiva de um general aposentado e, teoricamente, uma refém de Roma. Marcus procura o imperador Nero (Peter Ustinov) para que ela lhe seja dada pelos serviços que ele fez. Lygia se ressente, mas de alguma forma se apaixona por Marcus. Enquanto isso as atrocidades de Nero são cada vez mais ultrajantes. Quando ele queima Roma e culpa os cristãos, Marcus salva Lygia e a família dela. Nero captura os todos os cristãos e os atira aos leões, mas no final Marcus, Lygia e o cristianismo prevalecerão. Como curiosidade,  foi em Quo Vadis que Sophia Loren estreou no cinema e nessa produção cerca de 32 mil figurinos foram usados durante toda a filmagem.

18 de março de 2014

Jesus Cristo Superstar

A consagrada ópera rock da Broadway, Jesus Cristo Superstar, que aportou no Brasil na semana passada é de fato um grande espetáculo musical. O que cada vez mais consagra São Paulo como rota cultural de musicais no Brasil. Moderno em seu figurino, cenário e coreografia, temos Judas tatuado e Maria Madalena negra, um luxo! Não posso deixar de falar das impecáveis atuações de Igor Rickli como Jesus Cristo, Alírio Netto como Judas, Negra Li como Maria Madalena, e Wellington Nogueira como Herodes. Vê-se que todo o elenco foi escolhido a dedos. O musical dramatiza os últimos sete dias de vida de Jesus Cristo. Manifestantes religiosos contrários à montagem do musical Jesus Cristo Superstar é outro espetáculo à parte já que com o barulho que estão fazendo só deixa os amantes da arte mais curiosos para conhecê-laO protesto é contra o teor do espetáculo, considerado-o blasfemo. O musical está no Teatro do Complexo Ohtake Cultural, em São Paulo e tenham certeza que vale muito à pena ver sob o ponto de vista artístico-cultural. No vídeo, "Eu Não Sei Como Amá-lo", um momento doce, sensível e lindo. Confira!

17 de março de 2014

The Manipulated Living

O drama The Manipulated Living é forte e sensível. Na trama, uma criança é molestada, mas tem um recomeço em sua vida quando um jovem o salva.

14 de março de 2014

The Return

O curta-metragem The Return é bem dirigido, tem belas atuações e a trilha sonora é um elemento fundamental. Na trama, um adolescente e um atropelamento. Sentimentos de culpa e perdão. Simples, direto e cheio de conflitos.

13 de março de 2014

Jesse Stone: No Remorse

A película Jesse Stone: No Remorse ou Jesse Stone: Sem Remorso (2010) é instigante, mas sem muitas reviravoltas. O protagonista é bem construído enquanto personagem. Na história, Jesse Stone (Tom Selleck) era o Comissário da Polícia de Boston, Massachusetts. Agora investigará uma série de assassinatos na cidade. Colocará toda sua energia no trabalho, em um esforço para exorcizar seus dois demônios: as mulheres e a bebida.

12 de março de 2014

Mirror Mirror

O conto de fadas em Mirror Mirror ou Espelho, Espelho Meu (2012) é contado com muita licença poética, mas ainda assim linear, com conflitos claros e grande final. A história conta que após a morte do rei (Sean Bean), sua esposa (Julia Roberts) assume o comando do reino. Extremamente vaidosa, ela passa a cobrar cada vez mais impostos para sustentar uma vida de opulência. Ao mesmo tempo mantém presa em seu quarto a enteada, Branca de Neve (Lily Collins). Ao completar 18 anos, Branca de Neve resolve sair do castelo e conhecer a realidade do reino. Horrorizada com a situação de fome e miséria do povo, ela retorna decidida a derrubar a rainha. Como curiosidade, o roteiro original previa uma cena em que o príncipe apareceria sem camisa e a rainha má diria o quanto o peito dele era macio. Não foi rodada. E sabe o por quê? Simplesmente Armie Hammer, intérprete do príncipe, se recusou a raspar o peito.

11 de março de 2014

Get Carter

O policial americano Get Carter ou O Implacável (2000) é um filme morno, sem grandes surpresas ou grandes revelações. Mesmo feijão com arroz de sempre desse tipo de gênero. Na trama, de volta sua cidade natal por causa do enterro de seu irmão, Jack Carter (Sylvester Stallone) resolve investigar quem o matou e, consequentemente, parte para uma sangrenta vingança. Durante sua jornada, ele forçado a reavaliar a situação de sua família, sua carreira e a si mesmo. Como curiosidade, o protagonista do remake do filme inglês de 1971, Michael Caine, acabou participando desse longa na pele do personagem Cliff Bumby.

7 de março de 2014

Sonhos num Potinho

Você sonhou hoje? Bote bem reparo nessa delicia de projeto, ele chama-se Sonhos num Potinho. O grupo de artistas transforma os sonhos das pessoas em arte, além de guardar os sonhos ela os retorna com postais pra lá de criativos.


A ideia é simples, mas original, o participante conta seu sonho na página virtual e depois vê o mesmo traduzido, transcrito e publicado em forma de arte. Uma ideia única, gostosa de ler e ver. Acompanhe as histórias do sonho e veja como elas foram traduzidas em arte. Uma brincadeira bem salutar. Nesse post, vemos a arte dos postais criados pelos artistas Fabio Leão e Eglair Quicolli, respectivamente.
 

6 de março de 2014

Papillon

Papillon (1973) tem um roteiro muito bom com uma bela construção de personagens e diálogos bem feitos. Além, é claro, das precisas atuações de McQueen e Hoffman. Na década de 30, Papillon (Steve McQueen) foi acusado de assassinato e mandado para cumprir prisão perpétua na Guiana Francesa. As regras da prisão são claras: qualquer um que tentar fugir ganhará como punição dois anos de solitária. Isso não é o bastante para assustar Papillon, que vai tentar fugir de qualquer maneira com a ajuda de Louis Dega (Dustin Hoffman). Em uma das vezes ele quase consegue e vai parar incialmente em uma colônia de hansenianos e depois em uma tribo de índios caribenhos, até chegar na Ilha do Diabo. Como curiosidade, Dustin Hoffman teve que usar lentes de contato para que ele pudesse enxergar corretamente através dos óculos de lentes grossas que ele usa no filme. Mais que recomendo voltar ao passado!

1 de março de 2014